'

Logos de patrocinadores da Copa do Mundo são alterados em protesto


Logos de patrocinadores da Copa do Mundo são alterados em protesto contra abusos no Catar
Após denúncias de abusos contra trabalhadores do país, designers pressionam marcas a se posicionarem


por Jacqueline Lafloufa

Não tem sido uma semana fácil para a FIFA. Além das notícias de que vários dirigentes da instituição foram detidos na Suíça devido à uma investigação de corrupção, a entidade também está tendo que lidar com diversas denúncias de abusos trabalhistas no Catar, país que deverá receber a Copa do Mundo de 2022.



Segundo diversas reportagens, as condições de trabalho no Catar são das mais deploráveis, com muitos associando-as com uma espécie de escravidão moderna (!) Trabalhadores nepaleses estariam falecendo com frequência assustadora, chegando a uma morte a cada dois dias (!!)



Pressionando as principais marcas patrocinadoras a se posicionarem sobre esse assunto, designers se reuniram para alterar logos e campanhas de marcas como Coca-Cola, Adidas, Visa, McDonald’s, Sony, KIA, e tantos outras, associando-as às péssimas condições de trabalho do Catar.



O impacto visual é incrível, e nem mesmo a última campanha da Coca-Cola, que transformou os laços da marca em soquinhos amigos passou ilesa: foi rapidamente transformada em duas mãos algemadas, remetendo às condições análogas à escravidão dos trabalhadores do país-sede da Copa de 2022.

Apesar das promessas do governo do Catar de melhorar a situação dos trabalhadores, a Anistia Internacional é enfática ao dizer que o país “promete pouco, e entrega menos ainda”. Quem sabe agora, com a reputação das marcas em jogo, algo possa acontecer.


Fonte: http://bit.ly/1SCeNuP

0 comentários:

Postar um comentário

 
Agência de Comunicação, Publicidade, Design e Web